Informativos

Piolho

O QUE É PEDICULOSE?

Pediculose é a infestação por piolhos (Pediculus Humanus Capitis) e lêndeas.

Ela pode atingir qualquer pessoa de qualquer idade, sexo ou classe sócio-econômica, com bons ou maus hábitos de higiene, mas ocorre principalmente em crianças de 3 a 10 anos, ou seja, em idade pré-escolar ou escolar.

Como a pediculose é transmitida pelo contato pessoal ou pelo uso de objetos de outro indivíduo infestado, locais como escolas são propícios para a sua proliferação. Por isso, ao menor sinal da presença de piolhos, avise a direção da escola para que ela comunique o problema aos outros pais – medida importante para auxiliar no controle de um possível surto. Mais crianças podem estar infestadas e é muito importante tratá-las também, para que não ocorram reinfestações.

O QUE É PIOLHO?   O QUE É LÊNDEA?

Piolho não é nenhum bicho de sete cabeças. É apenas um inseto parasita que vive no couro cabeludo e cujo alimento é o sangue humano. Seus ovos, lêndeas, são colocados e cimentados na base dos fios de cabelo pelas fêmeas, que, em alguns dias, se transformam em piolhos adultos.

QUAIS OS SINTOMAS:

Tudo começa com uma coceirinha, que logo vira um grande desconforto, incomodando bastante e a criança pode ficar irritada,  com sono perturbado, perdendo até mesmo a atenção durante a aula. A coceira intensa pode causar feridas no couro cabeludo, podendo ocorrer até uma infeção bacteriana secundária..

COMO PREVENIR E TRATAR:

A melhor prevenção é a observação.

Examine freqüentemente a cabeça das crianças. Assim fica mais fácil detectar a presença  de piolhos e lêndeas logo no início.

Se houver infestação, lave os objetos de uso pessoal e roupas de cama com água bem quente ou mantenha-as fora de uso por 2 semanas.

Os pentes e escovas devem ser lavados com água bem quente por 5 a 10 minutos.

É importante tratar a pediculose com pediculicidas, ou seja, com medicamentos específicos para eliminar piolhos ou lêndeas.

É muito importante não utilizar inseticidas comuns, que podem até intoxicar a criança.

O uso de pente fino também é imprescindível, pois auxilia na remoção dos piolhos e das lêndeas, completando o tratamento.

O tratamento deve ser orientado pelo pediatra da criança ou a critério dos pais.

Caso a criança apresente infestação sem o devido tratamento poderá ser afastada da escola até a sua melhora.